Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Cofina mantém diferentes linhas editoriais e aposta na criação de conteúdos para exportar
21-09-2019 11:30

A Cofina lançou uma oferta pública de aquisição (OPA) sobre a Media Capital, dona de ativos como a TVI e a Rádio Comercial, numa operação que a empresa liderada por Paulo Fernandes diz garantir a "existência de um grupo de media independente e capaz de reforçar o papel que os media têm enquanto pilar essencial à vida de uma sociedade democrática."
 
A Cofina, dona do Negócios, do Correio da Manhã, da CMTV, entre outros, garante que vai "manter as linhas editoriais dos diferentes meios de comunicação social", tanto dos que tem atualmente no seu portefólio como os que passarão para o grupo, de acordo com um comunicado enviado às redações. Adiantando que tem o objetivo de manter também "todos os profissionais que estejam dispostos a colaborar neste novo projeto."
 
Sobre a produção, a Cofina assume que o "caminho passará por intensificar a criação de conteúdos de perfil exportador, tendo em vista a transposição para a legislação nacional da designada ‘diretiva Netflix’".
 
Com a aquisição da Media Capital, o "grupo Cofina constituir-se-á como uma plataforma mais competitiva capaz de assegurar aos portugueses uma oferta diversificada de conteúdos de informação e de entretenimento, através da imprensa escrita, televisão e rádio, seja offline ou online", acrescenta a mesma fonte.
 
"A criação de um grupo financeiramente forte é o melhor garante da independência editorial e da criação de valor para todos os stakeholders, incluindo colaboradores, acionistas, clientes, fornecedores e parceiros", sublinha a empresa liderada por Paulo Fernandes.
 
Entrada de novos acionistas
 
A Cofina explica ainda que a operação será financiada através de financiamento bancário e aumento de capital, estando este último já garantido em mais de 50% pelos atuais acionistas de referência."
 
A empresa admite "que entrem novos investidores com posições qualificadas", não adiantando, contudo, mais informações sobre o assunto.
 
Ainda assim, o Expresso já avançou, na semana passada, com informação sobre os novos acionistas da Cofina: o empresário Mário Ferreira e os espanhóis do Abanca.
 
De acordo com o Expresso, a operação seria financiada pelo Santander e pelo Société Générale, mas também por capital próprio da Cofina, que faria um aumento de capital de 80 milhões de euros – e seria através deste aumento de capital que Mário Ferreira e o Abanca participariam nesta operação.Paulo Fernandes, CEO da Cofina e acionista da empresa, investiria mais de 20 milhões de euros no aumento de capital, sendo que o empresário Mário Ferreira também deveria entrar com o mesmo montante. Os acionistas da Cofina também deveriam participar no aumento de capital, mas numa proporção inferior, pelo que veriam as suas posições diluídas. Já Paulo Fernandes, que atuamente detém 13,8% da Cofina, reforçaria a posição e em conjunto com o Abanca e Mário Ferreira ficaria com mais de 50% do capital da Cofina, referia o Expresso.
 
"Esta aquisição permite, que após alguns anos, um dos principais grupos de meios de comunicação social, volte a ter um acionista de matriz nacional", conclui a Cofina no comunicado emitido este sábado.

Bolsas dos EUA sobem 1% à boleia dos resultados
15-10-2019 21:10

Função Pública passa a ter um Ministério liderado por Alexandra Leitão
15-10-2019 19:53

Agora é a Hora
15-10-2019 18:15

Produção da EDP Renováveis aumentou 6% até setembro
15-10-2019 17:43

Nomes do próximo Governo vão ser conhecidos ainda hoje
15-10-2019 17:20

PSI-20 volta ao verde com BCP a subir quase 2%
15-10-2019 16:43

Tendas para refugiados e restos de comida vencem concurso de ideias da ANI
15-10-2019 16:16

Libra dispara com notícia sobre proximidade de acordo no Brexit
15-10-2019 15:56

Lucros dos bancos animam abertura de Wall Street
15-10-2019 14:42

JPMorgan e Citigroup com lucros acima do esperado. Goldman Sachs e Wells Fargo ficam aquém
15-10-2019 14:00

Ulisses Pereira: "Semapa tem de dar um sinal de força" para pôr fim ao "Bear Market"
15-10-2019 13:18

Vista Alegre emite 50 milhões de euros em obrigações
15-10-2019 13:18

Estado injecta 518 milhões na CP para reembolsar empréstimo
15-10-2019 13:08

Pedro Mota Soares vai ser a voz das empresas de comunicações
15-10-2019 12:34

ASF dá "ok" à administração da Monaf. Gestão de Tomás Correia ainda aguarda
15-10-2019 12:12

Interessados têm nove meses para apresentar propostas ao novo terminal de Sines
15-10-2019 12:12

Itaú e Bradesco avaliam gestoras de fortunas em Portugal
15-10-2019 11:31

Ilha do Canal da Mancha procura enfermeiros portugueses
15-10-2019 11:31

Alemã Wirecard afunda 23% com novas suspeitas de fraude
15-10-2019 11:31

Crédito ao consumo abranda de recorde com menos financiamento automóvel
15-10-2019 11:18

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco