Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Greve no Casino de Espinho: "Solverde paga salários mais baixos do setor"
15/11/2019 17:41

Falta de um contrato coletivo de trabalho desde 2006, "aumentos salariais simbólicos" e discricionários, "más condições de trabalho" e ausência de subsídio noturno.
 
Estas são algumas das razões apontadas pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores das Salas de Jogos para a convocação de uma greve dos trabalhadores do Casino de Espinho - "cerca de 180" -, que pertence ao grupo Solverde.
 
Em declarações ao Negócios, Carlos Teixeira revelou que o pré-aviso de greve, a realizar nos dias 29 e 30 de novembro, será entregue à administração da Solverde na próxima segunda-feira, 18 de novembro.
 
"A empresa não negoceia com os trabalhadores desde 2006, quando houve o último contrato coletivo de trabalho. Esgotamos a paciência. É uma empresa sem sensibilidade social", afirmou o sindicalista, de 71 anos, que trabalhou 44 anos na Solverde, onde era "ficheiro fixo", tendo ido para a reforma em maio do ano passado.
 
"A Solverde paga os vencimentos mais baixos do setor" garantiu Teixeira, acusando esta concessionária de jogo de praticamente "não atualizar vencimentos desde 2006", efetuando "aumentos de salários simbólicos a alguns, de três ou quatro euros, e nada a outros", com base "em avaliações com recurso a critérios duvidosos".
 
O sindicalista acusa, ainda, a administração do casino de Espinho de "desrespeito pelas categorias profissionais", de "não atribuição de subsídio noturno, como existe na Estoril-Sol", e de perpetuar "más condições de trabalho", dando como exemplo "os sistemas de ar condicionado, que funcionam mal".
 
"Não sei de nada, para mim é novidade", reagiu Manuel Violas, presidente do grupo Solverde, em declarações ao Negócios.
 
Sobre as razões para a convocação da greve no Casino de Espinho, o empresário garantiu que "há revisões de salários todos os anos", alegando que "são os chefes que avaliam os seus subalternos".
 
Não querendo alongar-se sobre uma greve cuja convocação oficialmente desconhece, quando confrontado com a acusação de que a Solverde pratica os salários mais baixos do setor, respondeu: "Não sei o que pagam os outros, não é o meu problema."
 
O casino de Espinho, o maior dos cinco detidos pelo grupo Solverde, da família Violas, faturou 36,2 milhões de euros nos primeiros nove meses deste ano.
 
O de Vilamoura registou receitas brutas de 14,5 milhões de euros, o da Praia da Rocha 7,9 milhões de euros, o de Monte Gordo 4,7 milhões e o de Chaves 5,9 milhões de euros.

Convenções coletivas aumentaram 9% em 2019 mas abrangem menos trabalhadores
14/07/2020 10:32

CTT têm de se ?focar naquilo que verdadeiramente lhe pode trazer sucesso?
14/07/2020 10:03

Boicotar não vale de muito
14/07/2020 09:50

CP reduz prejuízos para metade em 2019
14/07/2020 09:35

Respostas convencionais não foram suficientes na região de Lisboa
14/07/2020 09:31

Uber passa a estar disponível em todo o país
14/07/2020 09:07

EDP vende fatia do défice tarifário por 273 milhões
14/07/2020 08:36

Singapura em recessão pela primeira vez em mais de uma década
14/07/2020 08:30

EDP antecipa fecho das centrais a carvão. Sines encerra em 2021
14/07/2020 08:08

PSI-20 segue queda das bolsas europeias com Galp e EDP a cederem mais de 1%
14/07/2020 08:06

5 coisas que precisa de saber para começar o dia
14/07/2020 07:30

Certificados, roupa para outra estação e uma dúvida chamada TAP
14/07/2020 07:00

Covid-19: Costa acredita que Europa começa finalmente a perceber situação de Portugal
14/07/2020 00:24

Perspetiva de queda dos lucros das cotadas abala Wall Street
13/07/2020 21:11

Costa tentou acordo com Rutte mas intransigência dos Países Baixos mantém-se
13/07/2020 20:03

Após sair da TAP Neeleman já prepara nova companhia aérea
13/07/2020 19:55

Proteção Civil Municipal: Jovens não respeitam regras e estão a propagar covid-19 em Setúbal
13/07/2020 19:42

Há mar e mar, há ir e voltar
13/07/2020 19:25

As vacas que voam e outras vacas
13/07/2020 19:03

BFA vai esclarecer demissão de António Domingues e acusações de crimes de branqueamento de capitais
13/07/2020 18:49

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco