Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Greve no Casino de Espinho: "Solverde paga salários mais baixos do setor"
15/11/2019 17:41

Falta de um contrato coletivo de trabalho desde 2006, "aumentos salariais simbólicos" e discricionários, "más condições de trabalho" e ausência de subsídio noturno.
 
Estas são algumas das razões apontadas pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores das Salas de Jogos para a convocação de uma greve dos trabalhadores do Casino de Espinho - "cerca de 180" -, que pertence ao grupo Solverde.
 
Em declarações ao Negócios, Carlos Teixeira revelou que o pré-aviso de greve, a realizar nos dias 29 e 30 de novembro, será entregue à administração da Solverde na próxima segunda-feira, 18 de novembro.
 
"A empresa não negoceia com os trabalhadores desde 2006, quando houve o último contrato coletivo de trabalho. Esgotamos a paciência. É uma empresa sem sensibilidade social", afirmou o sindicalista, de 71 anos, que trabalhou 44 anos na Solverde, onde era "ficheiro fixo", tendo ido para a reforma em maio do ano passado.
 
"A Solverde paga os vencimentos mais baixos do setor" garantiu Teixeira, acusando esta concessionária de jogo de praticamente "não atualizar vencimentos desde 2006", efetuando "aumentos de salários simbólicos a alguns, de três ou quatro euros, e nada a outros", com base "em avaliações com recurso a critérios duvidosos".
 
O sindicalista acusa, ainda, a administração do casino de Espinho de "desrespeito pelas categorias profissionais", de "não atribuição de subsídio noturno, como existe na Estoril-Sol", e de perpetuar "más condições de trabalho", dando como exemplo "os sistemas de ar condicionado, que funcionam mal".
 
"Não sei de nada, para mim é novidade", reagiu Manuel Violas, presidente do grupo Solverde, em declarações ao Negócios.
 
Sobre as razões para a convocação da greve no Casino de Espinho, o empresário garantiu que "há revisões de salários todos os anos", alegando que "são os chefes que avaliam os seus subalternos".
 
Não querendo alongar-se sobre uma greve cuja convocação oficialmente desconhece, quando confrontado com a acusação de que a Solverde pratica os salários mais baixos do setor, respondeu: "Não sei o que pagam os outros, não é o meu problema."
 
O casino de Espinho, o maior dos cinco detidos pelo grupo Solverde, da família Violas, faturou 36,2 milhões de euros nos primeiros nove meses deste ano.
 
O de Vilamoura registou receitas brutas de 14,5 milhões de euros, o da Praia da Rocha 7,9 milhões de euros, o de Monte Gordo 4,7 milhões e o de Chaves 5,9 milhões de euros.

Falar bem inglês
05/12/2019 20:14

Saudi Aramco encaixou 25,6 mil milhões de dólares no maior IPO de sempre
05/12/2019 19:01

General Motors e LG vão investir 2,1 mil milhões em baterias para carros elétricos
05/12/2019 18:53

Vista Alegre conclui aumento de capital com "desconto" de 25%. Procura supera a oferta
05/12/2019 18:07

Fecho dos mercados: Disputa comercial sem novidade deixou bolsas sem rumo definido
05/12/2019 17:26

PSI-20 sobe pela segunda sessão com CTT a valorizar mais de 3%
05/12/2019 16:47

OPEP acorda novos cortes. Produção pode diminuir mais 500 mil barris por dia
05/12/2019 16:17

Concerto de Natal Marcolino
05/12/2019 15:51

Impeachment a Trump vai avançar por "tentar corromper" eleições de 2020
05/12/2019 15:13

Wall Street abre em alta com novo otimismo comercial
05/12/2019 14:42

Legislação laboral e fiscalidade prejudicam salários
05/12/2019 14:07

Perto do fim, CFD do Nasdaq animam corrida semanal renhida
05/12/2019 12:34

Processos em tribunal por iniciativa do Fisco caíram 30% em quatro anos
05/12/2019 11:49

Aston Martin dispara mais de 9% com possível OPA de bilionário da Fórmula 1
05/12/2019 11:39

De volta às compras de luxo: dona da Gucci tem Moncler na mira
05/12/2019 10:57

Só quatro países da UE crescem menos que Portugal
05/12/2019 10:29

Companhia aérea da África do Sul recebe resgate de 245 milhões de euros
05/12/2019 09:59

Abertura dos mercados: Bolsas europeias continuam a subir, libra renova máximos e petróleo alivia
05/12/2019 09:23

PSI-20 de novo no verde com EDP e Galp a sustentar
05/12/2019 08:11

Administrador executivo da Orey Antunes pede renúncia após pedido de PER
05/12/2019 08:02

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco