Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Perspetiva de queda dos lucros das cotadas abala Wall Street
13-07-2020 21:11

O Dow Jones foi a exceção às quedas na sessão desta segunda-feira em Wall Street e encerrou a somar 0,04% para 26.085,80 pontos.

 

Já o Standard & Poor’s 500 recuou 0,94% para 3.155,23 pontos.

 

A pandemia de covid-19 levou o S&P 500 a mergulhar 34% face aos máximos históricos atingidos a 19 de fevereiro, com o nível mais baixo a ser fixado no dia 23 de março.

 

Desde então, o índice disparou 44%, ficando a 8 de junho positivo no ano pela primeira vez desde fevereiro. Entretanto, voltou a ter saldo negativo no ano, e hoje brilhou ao regressar ao verde no acumulado de 2020. Mas foi sol de pouca dura. Depois de estar a ganhar 1,5%, acabou por inverter para as quedas, pelo que no cômputo do ano voltou a ficar no vermelho.

 

Por seu lado, o tecnológico Nasdaq Composite – que hoje chegou a marcar um novo máximo histórico, nos 10.824,79 pontos – acabou por inverter para terreno negativo e fechou a sessão a ceder 2,13% para 10.390,84 pontos.

 

A pressionar o Nasdaq estiveram cotadas como a Alphabet e Microsoft, que ofuscaram os ganhos da Apple e da Tesla.

 

Hoje teve início a temporada de divulgação dos resultados trimestrais nos EUA, com os bons números da Pepsi, seguindo-se amanhã o Citigroup e o JPMorgan, que dão o pontapé de saída na apreentação de contas da banca.

 

Segundo as projeções dos analistas de Wall Street, citados pela CNN, os lucros das cotadas no segundo trimestre deverão ser os mais baixos desde a crise financeira de 2008, sendo antecipada uma queda média de 45%.

 

Também os dados da Refinitiv divulgados pela Reuters apontam para que no segundo trimestre possa ter-se registado a maior queda trimestral dos lucros desde a crise financeira de 2008.

 

A pressionar o sentimento dos investidores continuou também a covid-19, cujos casos têm disparado nos EUA. Nas últimas 24 horas, o número de novas infeções aumentou em 2% no país, à semelhança do que tem vindo a acontecer nas últimas duas semanas.

Wall Street sem rumo definido e à espera de novo pacote de estímulos
04-08-2020 14:59

Covid-19: Interpol alerta para aumento "alarmante" do crime informático
04-08-2020 14:27

Ações da Kodak recuam 75% desde o pico máximo de julho
04-08-2020 14:07

I Liga de futebol arranca no fim de semana de 20 de setembro
04-08-2020 13:41

Portugal regista 112 novos casos e uma morte por covid-19
04-08-2020 13:33

Grécia faz remodelação governamental para gerir crise pandémica
04-08-2020 13:00

UE com excedente de mais de mil milhões no comércio de carros elétricos e híbridos em 2019
04-08-2020 12:54

Argentina acorda reestruturação da divida de 65 mil milhões
04-08-2020 12:37

Covid-19: Alemanha regista 879 novos casos e médicos falam em segunda vaga
04-08-2020 12:19

EDP Renováveis estreia novo parque nos Estados Unidos
04-08-2020 11:58

UE aprovou criação de Banco Português de Fomento
04-08-2020 11:43

Marcelo dá luz verde à app anti-covid
04-08-2020 11:24

BCP passa a cobrar comissões a clientes com mais de 10 mil euros na conta
04-08-2020 11:05

Gosta de especular? Isto é para si
04-08-2020 11:00

Fundo canadiano estuda OPA sobre a Merlin Properties. Ações sobem 3,5% na bolsa nacional
04-08-2020 10:01

Esperar o melhor e preparar para o pior
04-08-2020 09:40

Tecnológica Claranet compra CorpFlex e quadruplica negócio no Brasil
04-08-2020 09:22

Até julho, arderam mais de 24 mil hectares em Portugal
04-08-2020 08:51

PSI-20 acompanha ganhos da Europa com subida de mais de 0,5%
04-08-2020 08:18

Rei Juan Carlos I sai de Espanha após suspeitas de fraude fiscal
04-08-2020 08:03

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco