Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Pesquisas dos portugueses para comprar online mais que duplicaram até julho
30/10/2020 13:53

As pesquisas dos portugueses no motor de busca Google sobre "comprar online" mais do que duplicaram entre janeiro e julho, face a igual período do ano passado, impulsionadas pela pandemia de covid-19, anunciou esta sexta-feira o Google Trends.

"O impacto da pandemia no comportamento dos consumidores está a refletir-se também no comportamento das pesquisas verificando-se que as pesquisas dos portugueses no motor de pesquisa Google sobre comprar online cresceram 2,2 vezes em Portugal" nos primeiros sete meses do ano, refere a tecnológica, em comunicado.

De acordo com o Google Trends, "os portugueses estão a passar mais o seu tempo online e os comportamentos e os hábitos dos consumidores portugueses têm vindo a alterar-se, sendo estes também visíveis também nos comportamentos de pesquisa face ao ano anterior".

Por exemplo, "nos últimos 12 meses, pesquisas por videochamadas, 'o que fazer em casa', 'cursos online' e 'receitas online' tiveram um pico de interesse entre os meses de março e abril".

De acordo com o estudo McKinsey & Company "Covid-19 Portugal Consumer Pulse Survey", citado pelo Google Trends, "os consumidores portugueses estão mais abertos a novas formas de comprar (novas lojas/novos produtos)".

Mais de dois terços (73%) dos portugueses experimentaram uma nova forma de comprar durante a pandemia e os "três fatores que motivaram estas alterações foram promoções e preços melhores (42%), filas menores/espaços menos cheios (28%) e bom serviço de entrega/opções de levantamento (27%)", de acordo com o estudo.

Aponta também que "um dos fatores mais preponderantes passou a ser o preço", com quase metade (45%) dos consumidores portugueses a referir que estão mais conscientes dos gastos e 41% a preferir produtos mais baratos.

A inovação no tomate para o Japão e a organização na pera-rocha para a Alemanha
24/11/2020 15:15

Governo apoia proposta do PEV para agravar IMI e IMT a empresas em offshores
24/11/2020 14:15

Portugal supera as quatro mil mortes por covid-19. Há mais 3.919 casos
24/11/2020 14:15

Bruxelas anuncia sexto contrato para vacinas, agora com Moderna
24/11/2020 14:08

Novas tabelas de retenção do IRS para 2021 publicadas na próxima semana
24/11/2020 13:54

PSI-20 em máximos de julho com Nos e Galp a dispararem mais de 6%
24/11/2020 13:40

Humorista produz cerveja Alma Brasileira para atestar sotaque em Portugal
24/11/2020 13:27

Empresas estrangeiras em Portugal empregavam 17% da população ativa em 2019
24/11/2020 13:24

O digital chega aos campos
24/11/2020 13:15

Media Capital desafia ERC e nomeia nova administração com Mário Ferreira como "chairman"
24/11/2020 13:00

Completar a baixa do IVA da restauração pode custar quase 400 milhões, estima UTAO
24/11/2020 12:41

Islândia quer retomar turismo, mas só para os visitantes ricos
24/11/2020 12:36

Grupo AMCONFRARIA passa a representar a SEAT e CUPRA em Coimbra
24/11/2020 12:28

Um novo hotel abre portas em Portugal a 25 de novembro
24/11/2020 12:19

Governo repete que este não é o momento de discutir a "dedicação plena dos profissionais de saúde"
24/11/2020 12:12

Suspensão do pagamento por conta pesa 1.500 milhões em 2021, mas é compensado em 2022
24/11/2020 12:03

PS rejeita Portal da Transparência da IL que já tinha aprovado no passado com o PAN
24/11/2020 11:54

Preços da eletricidade descem na UE. Portugal com a 8ª mais cara
24/11/2020 11:45

Reino Unido encurta quarentena para viajantes que paguem o teste
24/11/2020 11:36

Rússia anuncia eficácia de 95% da vacina Sputnik V
24/11/2020 11:22

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco