Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Pandemia já matou tanto em janeiro em Portugal como nos primeiros oito meses
20/01/2021 21:34

Ao fim de 19 dias - os dados divulgados esta quarta-feira pela DGS reportam-se a 19 de janeiro - o primeiro mês de 2021 já é aquele com mais novos casos e mais vítimas mortais da covid-19 desde o início da pandemia.

Nos primeiros 19 dias do ano morreram 2.493 pessoas devido à doença, mais do que os 2.395 óbitos registados em todo o mês de dezembro, até agora o mais letal.

Mais. As mortes entre 1 e 19 de janeiro são quase tantas como as 2.544 vítimas mortais registadas nos primeiros oito meses da pandemia - de março a outubro.

Lisboa e Vale do Tejo, com 1.015 óbitos, superou pela primeira vez a barreira de um milhar de mortes num mês. O anterior máximo mensal na região ocorreu em dezembro, quando foram reportadas 792 vítimas mortais.

No Norte, contudo, os 644 óbitos de janeiro ainda ficam muito abaixo dos 1.051 registados em todo o mês de novembro.

Nas restantes regiões, com exceção dos Açores, os primeiros 19 dias de 2021 representam já recordes de vítimas mortais da doença num mês. No Centro são 533 os óbitos registados, mais 110 do que o recorde de dezembro. No Alentejo as 226 mortes mais do que duplicam o máximo de dezembro e no Algarve os 60 óbitos são quase o triplo das 23 mortes observadas em novembro, até agora o pior mês na região. Na Madeira, os 15 óbitos superam os 12 de dezembro e representam mais de metade das 29 vítimas mortais da pandemia.


Janeiro também já é o mês com mais casos

Desde o início do ano, Portugal regista 160.976 novos infetados pelo coronavírus, superando os 156.121 contágios detetados em todo o mês de novembro e que eram, até agora, um máximo mensal.

Apenas no Norte janeiro não é o mês com mais casos. Os 53.675 contágios reportados naquela região entre 1 e 19 de janeiro ficam ainda significativamente abaixo dos quase 93 mil novos casos detetados em novembro, quando o Norte foi responsável por 59,5% das infeções no país.

Nas restantes regiões, contudo, a pandemia pulveriza os anteriores máximos mensais. Em Lisboa e Vale do Tejo são já 61.441 novos casos, quando o anterior recorde num mês era de menos de 39 mil, em novembro. No Centro são 29.758 infetados contra o máximo de cerca de 19 mil registado em dezembro.

O Alentejo, por seu turno, soma já 8.161 novas infeções, mais três mil do que o recorde de dezembro, e no Algarve os 5.459 casos mais do que duplicam o máximo do último mês de 2020. Nos Açores e na Madeira, com 1.208 e 1.274 novos casos, respetivamente, foi superada pela primeira vez a fasquia dos mil casos num mês.


Internamentos quase duplicam desde início do ano

O forte aumento na propagação da pandemia reflete-se também na pressão adicional sobre o SNS. Em apenas 19 dias, o número de doentes internados quase duplicou, passando dos 2.806 a 31 de dezembro para os atuais 5.493, uma subida de 95,7%.

Dentro dos internamentos, também os pacientes em situação mais grave, que se encontram nas Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) aumentaram, embora a menor ritmo. Atualmente estão nestas unidades 681 pessoas, mais 199, ou 41,3% do que a 31 de dezembro.

Já os casos ativos, que abatem ao total de casos acumulados os doentes recuperados e os óbitos, atingiu um novo máximo a 19 de janeiro: 143.776.

Este número significa que atualmente pelo menos 1,4% da população está infetada. Dito de outra forma, um em cada 71 portugueses está neste momento infetado.

Mota-Engil propõe reduzir deliberações que precisam de aprovação de 70,01% dos acionistas
26/02/2021 23:01

TAP: Tripulantes aprovam acordo de emergência na companhia
26/02/2021 22:23

Em 53 países, Portugal é dos piores sítios onde se estar na era covid-19
26/02/2021 21:52

DBRS mantém rating de Portugal três níveis acima de lixo
26/02/2021 21:18

Dow e S&P 500 caem e Nasdaq recupera. Mas o mês foi positivo para todos
26/02/2021 21:13

Sem Félix nem "Champions", lucros da Benfica SAD caem 92% no primeiro semestre
26/02/2021 21:02

Pilotos aprovam acordo de emergência na TAP
26/02/2021 20:38

Cellnex: "Portugal é estratégico"
26/02/2021 20:27

EUA mostram abertura para tributação de tecnológicas, diz ministro italiano
26/02/2021 19:47

CDS-PP recebeu com "alegria e entusiasmo" candidatura de Moedas a Lisboa
26/02/2021 19:25

Corrida a carteira de hotéis de 1.400 milhões entra em fase decisiva
26/02/2021 19:09

Jerónimo Martis compra 66,68% da marroquina Mediterranean Aquafarm
26/02/2021 18:18

Governo apresenta plano de desconfinamento a 11 de março
26/02/2021 17:59

Governo mantém restrições porque "situação apesar de melhor ainda é má"
26/02/2021 17:51

Estacionamento continua gratuito em Lisboa enquanto houver confinamento
26/02/2021 17:15

Queda de 4% da Galp penaliza última sessão do mês do PSI-20
26/02/2021 16:43

Fevereiro foi o terceiro pior mês em bolsa na história da EDP Renováveis
26/02/2021 16:41

Tribunal de Contas dá luz verde ao contrato de serviço público da Transtejo
26/02/2021 16:11

Moedas eletrónicas passam a ser fator de risco de branqueamento de capitais
26/02/2021 15:39

Farfetch prepara passo na China com finanças "bastante saudáveis"
26/02/2021 15:05

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco