Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

PSP pré-aposentados podem ser chamados para fiscalizar confinamento
21-01-2021 00:54



Um despacho da direção nacional da PSP, a que a agência Lusa teve hoje acesso, determina que seja dada prioridade "à ação fiscalizadora do cumprimento das restrições impostas" pelo estado de emergência relativamente a outras ocorrências policiais que não coloquem em risco a integridade física ou a vida das pessoas e que sejam utilizadas "todas as valências" da polícia

Para cumprir este objetivo, o diretor nacional, Magina da Silva, estipulou ainda que os polícias que estejam em situação de pré-aposentação sejam informados de que poderão ser chamados para prestar serviço nesta fase critica.

Nesta fase de grave crise pandémica, e para reforçar a visibilidade policial, foi igualmente decidido colocar na atividade operacional os polícias que estão a exercer funções nos serviços administrativos para que sejam criadas equipas de fiscalização.

De fora ficam, contudo, os elementos que dão apoio à direção nacional, à Unidade Especial de Polícia (UEP), os estabelecimentos de ensino e serviços sociais.

No conselho de ministros de segunda-feira, o primeiro-ministro exigiu que as forças de segurança tivessem mais visibilidade na via pública e que reforçassem a sua ação fiscalizadora por determinação do Governo que hoje decidiu reforçar algumas medidas adotadas no período de confinamento devido à covid-19.

"Às forças de segurança, e muito especialmente à PSP, foi determinado uma maior visibilidade da sua presença na via pública, designadamente nas imediações dos estabelecimentos escolares, de forma a serem um fator de dissuasão para impedirem ajuntamentos que são uma ameaça à saúde pública", afirmou António Costa, após a reunião extraordinária, na qual foram reforçadas algumas medidas para combater a covid-19.

Em Portugal, morreram 9.465 pessoas dos 581.605 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.058.226 mortos resultantes de mais de 96,1 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.




Mota-Engil propõe reduzir deliberações que precisam de aprovação de 70,01% dos acionistas
26-02-2021 23:01

TAP: Tripulantes aprovam acordo de emergência na companhia
26-02-2021 22:23

Em 53 países, Portugal é dos piores sítios onde se estar na era covid-19
26-02-2021 21:52

DBRS mantém rating de Portugal três níveis acima de lixo
26-02-2021 21:18

Dow e S&P 500 caem e Nasdaq recupera. Mas o mês foi positivo para todos
26-02-2021 21:13

Sem Félix nem "Champions", lucros da Benfica SAD caem 92% no primeiro semestre
26-02-2021 21:02

Pilotos aprovam acordo de emergência na TAP
26-02-2021 20:38

Cellnex: "Portugal é estratégico"
26-02-2021 20:27

EUA mostram abertura para tributação de tecnológicas, diz ministro italiano
26-02-2021 19:47

CDS-PP recebeu com "alegria e entusiasmo" candidatura de Moedas a Lisboa
26-02-2021 19:25

Corrida a carteira de hotéis de 1.400 milhões entra em fase decisiva
26-02-2021 19:09

Jerónimo Martis compra 66,68% da marroquina Mediterranean Aquafarm
26-02-2021 18:18

Governo apresenta plano de desconfinamento a 11 de março
26-02-2021 17:59

Governo mantém restrições porque "situação apesar de melhor ainda é má"
26-02-2021 17:51

Estacionamento continua gratuito em Lisboa enquanto houver confinamento
26-02-2021 17:15

Queda de 4% da Galp penaliza última sessão do mês do PSI-20
26-02-2021 16:43

Fevereiro foi o terceiro pior mês em bolsa na história da EDP Renováveis
26-02-2021 16:41

Tribunal de Contas dá luz verde ao contrato de serviço público da Transtejo
26-02-2021 16:11

Moedas eletrónicas passam a ser fator de risco de branqueamento de capitais
26-02-2021 15:39

Farfetch prepara passo na China com finanças "bastante saudáveis"
26-02-2021 15:05

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco