Este website utiliza cookies (identificadores de sessão) para ter uma melhor experiência de navegação, utilização e para personalizar o conteúdo e anúncios disponibilizados. Clique aqui para obter mais informação sobre a utilização dos cookies e alterar os parâmetros de gestão de cookies.

Cookies Essenciais

  • Essenciais

  • Analíticos

  • Funcionalidade

  • Remarketing

Cookies Essenciais

São necessárias para otimizar a navegação e aceder a certas áreas e funcionalidades do website (acesso a áreas seguras do website através de um início de sessão). Estes Cookies estão sempre ativados.

Estes Cookies estão sempre Activos

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

PSD acusa Governo de propor ?estagnação de salários?, Costa responde com "espiral inflacionista"
29/09/2022 16:34

O líder parlamentar do PSD acusou o Governo de propor uma estagnação de salários até 2026 no acordo de rendimentos, com o primeiro-ministro a responder com o receio de uma "espiral inflacionista".


No debate de atualidade que decorre nesta quinta-feira, 29 de setembro, no Parlamento, Joaquim Miranda Sarmento trouxe a proposta de acordo de rendimentos que o Governo apresentou ontem aos parceiros sociais.


"O que propõe ao setor privado é um aumento nominal em linha com o aumento da inflação acumulado até 2026. É uma estagnação de salários", acusou o deputado social-democrata. Recorde–se que, ontem, o executivo apresentou uma proposta de acordo de rendimentos que mantém como objetivo alinhar o peso dos salários da economia com a média da UE (aumentando-o para 48,3% do PIB) até 2026. 


Para chegar a este objetivo, o Governo quer um um aumento anual médio dos salários de 4,8% entre 2023 e 2026, o que implica uma subida em 20% do rendimento médio por trabalhar no final da legislatura face ao corrente ano. 


Só que, nas contas do PSD, esses ganhos vão servir apenas para compensar a inflação. É que, explicou Joaquim Miranda Sarmento, somando a estimativa do Governo de inflação para este ano (7,4%), a prevista pelo Conselho das Finanças Públicas para 2023 (5,1%) e a de 2% para cada um dos próximos três anos, "o aumento acumulado dos preços é de cerca de 20%".


"Na melhor das hipóteses, o Governo está a oferecer uma estagnação de salários", insistiu o líder parlamentar do PSD. "Então na Administração Pública, haverá perda de poder de compra", atirou.


Depois de uma atualização de 0,9% este ano, o primeiro-ministro admite apenas um referencial de 2% para aumentos nos funcionários públicos. A Administração Pública ficou de fora do Acordo de Rendimentos, mas os salários do Estado contam para o peso agregado na economia - e têm perdido importância, o que puxa a meta para baixo, como escreveu o Negócios.

(Notícia em atualização) 

Rússia não aceitará teto máximo para preço do petróleo
03/12/2022 15:05

Empresas são unânimes: a Black Friday este ano bateu recordes
03/12/2022 14:00

Morreu Jill Jolliffe, jornalista que testemunhou invasão indonésia de Timor
03/12/2022 12:47

Endividamento com garantias do Estado coloca em perigo setor financeiro de Itália
03/12/2022 12:00

Clientes da EDP passam a ter contratos de três meses
03/12/2022 11:06

Presidente francês pede reforço de moderação de conteúdos no Twitter
03/12/2022 10:47

SMS cada vez mais usados como garante de cibersegurança
03/12/2022 09:57

Sonangol anuncia emissão obrigacionista de 150 milhões de dólares
03/12/2022 09:32

EUA preveem que PIB russo fique abaixo de níveis pré-guerra até 2030
02/12/2022 22:39

Dados do emprego trocam as voltas a Wall Street. Sessão fechou mista
02/12/2022 21:28

Investimento previsto no Fórum Oeiras quase duplica e representa agora 55 milhões de euros
02/12/2022 21:05

Grupo Manuel Champalimaud compra negócio de plásticos para automóvel da Novares
02/12/2022 19:44

Comissão Europeia aprova programa Mar 2030
02/12/2022 19:13

Fintech Shield arrecada 20 milhões e quer reforçar presença em Portugal
02/12/2022 19:03

Passes e bilhetes da Carris Metropolitana sem aumentos em 2023 na região de Lisboa
02/12/2022 18:25

Vendas automóveis crescem 24% em novembro. Acumulado já supera 2021
02/12/2022 18:10

Portugal perde e coloca Coreia do Sul nos oitavos do Mundial
02/12/2022 17:09

UE acorda limite máximo de 60 dólares ao petróleo russo
02/12/2022 16:56

Britânica Ardonagh conclui compra do grupo MDS. Sonae encaixa 104 milhões
02/12/2022 16:55

Rússia disponível para conversações, mas quer regiões anexadas reconhecidas
02/12/2022 16:20

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco