Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Veolia não desiste e vai pagar mais à Engie para comprar a sua principal rival
25/09/2020 11:41

O grupo francês Veolia está disponível para aumentar o valor da oferta pela participação de 29,9% da Engie na sua principal concorrente, a Suez. Este negócio representa um investimento superior a 2,9 mil milhões de euros e, a concretizar-se, irá criar a maior empresa em França de tratamento de água e resíduos.

A nova oferta da Veolia vai ser analisada esta sexta-feira pelo conselho de administração da empresa, revelou o presidente executivo do grupo, Antoine Frerot, numa conferência de imprensa, segundo a Bloomberg.

Esta decisão mostra que o grupo não desiste da oferta lançada no final de agosto para comprar a sua grande rival. A Veolia tinha oferecido 15,50 euros por ação para a Engie vender 29,9% do total da participação de 32% que tem na Suez, o que avalia a empresa em quase 3 mil milhões de euros.

Ora, em resposta, a francesa Engie, parceira da EDP em vários projetos de energias renováveis, disse que não podia aceitar os termos desta oferta que estava em cima da mesa. Um pedido que foi ouvido pela Veolia e será, então, avaliado na reunião que vai decorrer esta sexta-feira à tarde, apesar de a Suez estar contra a realização deste negócio.

A oferta da Veolia foi considerada "particularmente hostil" pelo presidente executivo da Suez, Bertrand Camus, que alertou ainda para os eventuais problemas que a operação ira trazer, nomeadamente com a perda de postos de trabalho. E segundo o Financial Times, a Suez já está mesmo em campo para conseguir uma oferta rival estando me contactos com fundos de investimento. Até agora, não houve nenhuma oferta oficial. E a proposta da Veolia expira no final deste mês.

Esta não é a primeira vez que há movimentações no sentido de fundir os negócios da Veolia e da Suez. Já em 2012 tinha havido passos nesse sentido.

Contudo, tendo em conta que recentemente a Engie disse que estava disponível para vender a fatia de 32% na Suez no âmbito da revisão do plano estratégico da empresa que está em curso. Por sua vez, o  Estado francês, maior acionista da Engie, já veio dizer que a fusão faz sentido mas não quer estar envolvido na ‘guerra’ entre a Suez e a Veolia.

Covid-19: Itália supera pela primeira vez os 30.000 contágios diários
30/10/2020 17:00

Iniciativa Liberal avisa que vai opor-se a eventual recolher obrigatório em todo o país
30/10/2020 16:51

PSI-20 em destaque na Europa com BCP a disparar 8%
30/10/2020 16:44

Europa foi o principal disseminador do novo coronavírus
30/10/2020 16:14

A comunicação da sustentabilidade não é fácil
30/10/2020 16:00

Bracarense Nutrium angaria 4,25 milhões para melhorar nutrição da população
30/10/2020 15:48

Taxa de ocupação nos hospitais ultrapassou os 80%
30/10/2020 15:30

Preço da gasolina cai para mínimos de quase cinco meses na próxima semana
30/10/2020 15:15

Governo enaltece "compreensão" com restrições de circulação
30/10/2020 15:00

Paulo Campos Costa: ?A comunicação sustentável exige clareza e falar verdade?
30/10/2020 14:30

Comissão Europeia pede que se transfiram já pacientes com covid-19 entre países
30/10/2020 14:23

Presidente do PSG absolvido e ex-número dois da FIFA escapa a prisão
30/10/2020 14:18

Portugal regista recorde diário de casos e mortes por covid-19
30/10/2020 14:02

Durão Barroso: Pandemia está a provocar uma "revolução e vai acelerar"
30/10/2020 13:55

Pesquisas dos portugueses para comprar online mais que duplicaram até julho
30/10/2020 13:53

Pedreiras alertam para implosão da ?bazuca? de obras do Governo
30/10/2020 13:46

Durão Barroso: Até ao final do ano poderá haver autorização para algumas vacinas
30/10/2020 13:35

Família Dokolo agradece "solidariedade" em "momento de enorme tristeza e dor"
30/10/2020 13:29

BE incentiva governo a explicar medidas contra a covid-19 aos portugueses
30/10/2020 13:21

EDP melhora meta de lucro recorrente de 2020 para 900 milhões de euros
30/10/2020 13:14

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco