Este website utiliza cookies (identificadores de sessão) para ter uma melhor experiência de navegação, utilização e para personalizar o conteúdo e anúncios disponibilizados. Clique aqui para obter mais informação sobre a utilização dos cookies e alterar os parâmetros de gestão de cookies.

Cookies Essenciais

  • Essenciais

  • Analíticos

  • Funcionalidade

  • Remarketing

Cookies Essenciais

São necessárias para otimizar a navegação e aceder a certas áreas e funcionalidades do website (acesso a áreas seguras do website através de um início de sessão). Estes Cookies estão sempre ativados.

Estes Cookies estão sempre Activos

ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Endividamento com garantias do Estado coloca em perigo setor financeiro de Itália
03/12/2022 12:00

Apesar de os empréstimos com garantias do Estado estarem a diminuir na maioria dos países europeus, em Itália continuam a aumentar. A tendência traz agora dificuldades acrescidas ao Governo de Giorgia Meloni na hora de apoiar um tecido empresarial sobreendividado a ultrapassar a atual crise energética.

Até ao segundo trimestre do ano, as empresas italianas contraíram empréstimos com garantias de Estado no montante total de 123,2 mil milhões de euros, segundo um relatório da Autoridade Bancária Europeia (EBA, na sigla em inglês). O valor fica acima dos 118 mil milhões registados no trimestre anterior, o que mostra que este tipo de empréstimos está a aumentar.

No entanto, tendo em conta os atuais níveis de endividamento das empresas italianas, qualquer ajuda extra sobre a forma de contração de novos empréstimos ameaça tornar as empresas apoiadas numa situação de insustentabilidade financeira, numa altura em que a economia está a desacelerar. 

Face a isso, o novo pacote de ajuda às empresas para mitigar o impacto da subida dos preços na energia está a fazer soar os alarmes internacionais. O pacote apresentado por Giorgia Meloni assenta sobretudo numa reprogramação dos empréstimos concedidos durante a pandemia, com uma garantia de 90% apoiada pelo Estado, sem ter em conta os níveis de endividamento existentes nem os seus riscos em caso de recessão.

"Estamos a caminhar sobre gelo muito fino", alerta Stefano Caselli, reitor da SDA Bocconi School of Gestão em Milão. "Se o sistema financeiro em Itália entrar em recessão e as pressões sobre os preços da energia continuarem altas, o endividamento das empresas tornar-se-á um problema".

Durante a pandemia, os empréstimos com garantias de Estado foram uma forma de dar liquidez de uma forma rápida às empresas. Mas agora, com a subida das taxas de juros e um crescimento a ritmo mais lento, muitas empresas italianas estão a ter dificuldades em pagar os empréstimos, o que aumenta o risco de as contas públicas italianas virem a ser comprometidas pelas responsabilidades contingentes assumidas pelo Estado.

Em comparação com os restantes países do euro, Itália é o país com mais empréstimos com garantias do Estado concedidos durante a pandemia (84,8% do total). Seguem-se Espanha (78,9%) e França (65,8%).

TAP: PS esclarece que viabilizará proposta de inquérito do BE através da abstenção
01/02/2023 23:13

Meta dispara 18% com receitas acima do esperado
01/02/2023 21:37

Powell fala em "desinflação" e Wall Street brilha. Nasdaq pula 2%
01/02/2023 21:25

"Há mais subidas por vir", adverte Powell
01/02/2023 19:44

Comissão executiva do BPI passa para seis membros até 2025
01/02/2023 19:15

Novo Banco aprova nome da Lone Star para novo CFO
01/02/2023 19:04

Governo recusa tirar benefícios do SIFIDE aos fundos de investimento
01/02/2023 18:20

Marcelo envia para o Constitucional decreto sobre associações públicas profissionais
01/02/2023 17:53

Mercado automóvel dispara 43% em janeiro. Elétricos pesam mais de 15%
01/02/2023 17:28

PSI fecha em alta com ajuda do BCP e papeleiras
01/02/2023 16:56

Pau Palacios é o novo Diretor de Operações da Stuart Espanha e Portugal
01/02/2023 16:50

PS recua e permite que trabalhadores renunciem nalguns casos a créditos salariais
01/02/2023 16:42

TAP: "Queremos responsabilizar quem sabia e quem não sabia e tinha de saber", diz Bloco
01/02/2023 16:25

OPEP e aliados mantêm nível de produção de petróleo em 2023
01/02/2023 16:09

PCP contesta simplificação de baixas e provoca novo atraso em toda a lei laboral
01/02/2023 15:58

Espanhola Demium entra nas lisboetas Liisa e Viveel. Soma 20 startups em Portugal
01/02/2023 15:53

Reino Unido dá primeiro passo para regulação das criptomoedas
01/02/2023 15:50

Angola importou mais 40% de alimentos no valor de mais de dois mil milhões de dólares em 2022
01/02/2023 15:24

Concluída venda da operação da Vodafone na Hungria. Estado fica com 49%
01/02/2023 15:07

EDP instala 100 mil painéis solares domésticos na Península Ibérica em 2022
01/02/2023 14:36

login

Pesquisa de títulos

Fale Connosco