ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Sindicato diz que proposta da Altice ?deixa trabalhadores com perda de poder de compra?
04/12/2023 10:53

O Sindicato dos Trabalhadores do Grupo Altice (STPT) sustenta que a proposta para a negociação de um acordo de empresa "deixa todos os trabalhadores com perda de poder de compra".

Em comunicado, após a terceira reunião realizada a 30 de novembro, o STPT diz que quanto às promoções e progressões "ficou claro que a maioria dos Trabalhadores não teve qualquer movimento de evolução profissional nos últimos dez anos".

Explica o comunicado que a comissão executiva sustentou que tendo em conta os aumentos negociados para 2023 e propostos para 2024, com o aumento do salário mais baixo para 850 euros, do subsídio de refeição em 0,68 euros por dia e um aumento salarial de 1,5%, acrescidos à compensação extraordinária paga em 2023 "seria possível compensar o efeito da inflação de 12,6% para 2022 e 2023", conclusão que o sindicato rebate.

Por um lado porque a "compensação extraordinária" se referia a 2022, "ainda que apenas tenha sido paga em 2023, e "não foi incorporada nos salários dos trabalhadores".

Mesmo considerando a compensação, os trabalhadores com salários mais baixos "veriam os seus rendimentos aumentados em 10,3% (no efeito combinado para 2023 e 2024), perdendo 2,3%" face a uma inflação agregada que o sindicato estima em 12,6%.

As contas do STPT apontam "para um aumento combinado de 5,5% para os trabalhadores que ganham cerca de 1500 euros mês, perdendo estes trabalhadores -7,1% face à inflação agregada de 12,6%".

"Ainda que partindo de posições bastante distantes, o STPT mantém a confiança no processo negocial e mantém o posicionamento de seriedade e de procura de soluções com que sempre tem pautado a sua atuação", lê-se no comunicado.

Receitas sobem 9,1%

Num período marcado pela Operação Picoas, que revelou um alegado esquema financeiro em torno da Altice, a Altice Portugal revelou que as receitas subiram 9,1% no terceiro trimestre, para 742 milhões de euros.

Os resultados antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (EBITDA) aumentaram 20,3% em termos homólogos, para 281 milhões.




 

Medina aplaude subida de "rating". "Todos ficam mais protegidos dos atuais juros altos"
01/03/2024 22:01

S&P 500 e Nasdaq marcam novos recordes com ajuda da inteligência artificial
01/03/2024 21:19

S&P sobe "rating" de Portugal para clube do A
01/03/2024 21:04

MH-1: Portugal regressa ao espaço na segunda-feira a partir da Califórnia
01/03/2024 19:29

Rui Alpalhão: ?Não percebo a ideia de se acabar com as recessões?
01/03/2024 18:00

Número de operações na Caixa Geral de Depósitos cresceu em dia de greve
01/03/2024 17:52

Sonae emite 400 milhões de dívida a quatro anos para financiar OPA sobre Musti
01/03/2024 17:41

A bolha e as sete magníficas
01/03/2024 17:30

Vendas de automóveis crescem 17,5% até fevereiro e já superam 2019
01/03/2024 17:01

Lisboa estreia março no verde com impulso das energéticas
01/03/2024 16:49

A economia reagiu sem recessões severas e graves
01/03/2024 16:30

Stilwell: OPA à EDP Brasil "aconteceu no momento certo". Vai render 120 milhões em 2024
01/03/2024 16:01

Bancos centrais com resultados negativos
01/03/2024 15:30

Gasóleo desce 1,5 cêntimos e gasolina sobe um cêntimo na próxima semana
01/03/2024 15:00

O papel da literacia financeira na vida
01/03/2024 14:30

A inovação no centro da transição para as energias renováveis
01/03/2024 14:00

PGR reitera evidência de um MP sob ataque e recusa continuar no cargo
01/03/2024 13:22

Quase 85% da Função Pública quer semana de quatro dias. Dirigentes discordam mais
01/03/2024 13:00

Só Itália e Espanha produzem mais tomates que Portugal na UE
01/03/2024 12:43

Guerra de números na greve da Caixa Geral de Depósitos
01/03/2024 11:58

Ajuda

Pesquisa de títulos

Fale Connosco