ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Guerra entre Israel e Hamas lança desafio a TikTok
09/12/2023 11:00

A guerra na Faixa de Gaza trouxe desafios ao TikTok. A rede social luta para remover vídeos de vítimas do grupo Hamas, que a 7 de outubro atacou Israel. De acordo com uma análise da Bloomberg, são vários os vídeos falsos que circulam naquela plataforma. 

Os conteúdos em causa simulam, com recurso à inteligência artificial, a imagem de alegadas vítimas mortais no ataque, sendo difícil perceber se se trata ou não da pessoa real.

De acordo a Bloomberg, especialistas em IA intitulam estes vídeos como "ressurreição digital". Todos os vídeos seguem um padrão semelhante: poucos dias ou até horas depois de os meios de comunicação darem conta de uma morte ou de identificarem as vítimas, surgem vídeos na plataforma dessas mesmas pessoas a explicarem como perderam a vida.

Os vídeos conseguem fugir às regras de moderação de conteúdo da plataforma, como o consentimento para o uso de imagem, e rapidamente se tornam virais. Uma das regras é, precisamente, que "todos os vídeos sintéticos ou manipulados que mostrem cenas realistas" sejam devidamente identificados.


De crianças a figuras públicas e privadas, são dezenas os casos que a Bloomberg diz ter encontrado.

"Contar histórias é muitas vezes a melhor forma de persuadir a audiência a interagir e, neste caso, ter uma pessoa falecida a falar sobre as suas histórias pode ser muito efetivo na propagação de ideias ou a persuadir outros a mudarem as suas visões", afirmou Chris Chu, professor assistente na Universidade da Flórida, à Bloomberg.

"Como outras plataformas, o TikTok continua a investir na deteção, transparência e parcerias na indústria para endereçar esta crescente tecnologia. Temos em vigor políticas fortes para remover conteúdos danosos gerados por IA na nossa plataforma", afirmou um porta-voz da rede social chinesa, em declarações à Bloomberg.

Já no final de novembro, em reação às exigências da União Europeia, a plataforma garantiu "o foco em reforçar as regras contra conteúdos de ódio e violentos, assim como a desinformação", mas admitiu que este é "um período desafiante para a comunidade". Só entre o dia 7 e o dia 17 desse mês, revelou, foram removidos mais de 1,1 milhões de vídeos.

A proliferação de desinformação e vídeos falsos no TikTok há muito que tem gerado preocupação entre os especialistas.

Num artigo publicado em novembro do ano passado, Henry Ajder, especialista em informação sintética e manipulada, dizia à Bloomberg que "este tipo de manipulação está a tornar-se mais persistente". "Quando este volume de informação pode ser criado tão rápido e a esta escala, muda totalmente o panorama", afirmou, relativamente à rede social.

* Com Bloomberg

Medina aplaude subida de "rating". "Todos ficam mais protegidos dos atuais juros altos"
01/03/2024 22:01

S&P 500 e Nasdaq marcam novos recordes com ajuda da inteligência artificial
01/03/2024 21:19

S&P sobe "rating" de Portugal para clube do A
01/03/2024 21:04

MH-1: Portugal regressa ao espaço na segunda-feira a partir da Califórnia
01/03/2024 19:29

Rui Alpalhão: ?Não percebo a ideia de se acabar com as recessões?
01/03/2024 18:00

Número de operações na Caixa Geral de Depósitos cresceu em dia de greve
01/03/2024 17:52

Sonae emite 400 milhões de dívida a quatro anos para financiar OPA sobre Musti
01/03/2024 17:41

A bolha e as sete magníficas
01/03/2024 17:30

Vendas de automóveis crescem 17,5% até fevereiro e já superam 2019
01/03/2024 17:01

Lisboa estreia março no verde com impulso das energéticas
01/03/2024 16:49

A economia reagiu sem recessões severas e graves
01/03/2024 16:30

Stilwell: OPA à EDP Brasil "aconteceu no momento certo". Vai render 120 milhões em 2024
01/03/2024 16:01

Bancos centrais com resultados negativos
01/03/2024 15:30

Gasóleo desce 1,5 cêntimos e gasolina sobe um cêntimo na próxima semana
01/03/2024 15:00

O papel da literacia financeira na vida
01/03/2024 14:30

A inovação no centro da transição para as energias renováveis
01/03/2024 14:00

PGR reitera evidência de um MP sob ataque e recusa continuar no cargo
01/03/2024 13:22

Quase 85% da Função Pública quer semana de quatro dias. Dirigentes discordam mais
01/03/2024 13:00

Só Itália e Espanha produzem mais tomates que Portugal na UE
01/03/2024 12:43

Guerra de números na greve da Caixa Geral de Depósitos
01/03/2024 11:58

Ajuda

Pesquisa de títulos

Fale Connosco