ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Lisboa fecha no vermelho mas escapa a derrocada europeia
14/06/2024 16:56

A bolsa de Lisboa fechou a última sessão da semana em queda mas com perdas bem mais ligeiras do que as da maioria das principais praças europeias. Sem qualquer cotada do setor automóvel - o mais castigado na Europa - e apenas o BCP em representação da banca - que também sofreu fortes perdas na Europa - o PSI recuou 0,42%, para os 6.538,23 pontos.

Das 16 votadas do índice, sete fecharam em alta e nove no vermelho.

O BCP, a cotada com maior peso no PSI, liderou as quedas ao cair 3,03%, para os 0,326 euros, num dia em que a banca europeia continua a ser castigada pelos receios de que a instabilidade política em França possa originar uma crise na dívida, à qual a maioria dos bancos têm elevada exposição.

Nota ainda para os CTT, que recuaram 2,09%, até aos 4,215 euros, bem como para os pesos pesados EDP e Galp. A elétrica caiu 0,73%, fechando nos 3,671 euros, enquanto a petrolífera cedeu 0,16%, para os 18,725 euros.

Pela positiva sobressaiu o setor dos produtores de pasta de papel, com a Altri a escalar 5,3%, até aos 5,265 euros, enquanto a Navigator ganhou 1,02%, fechando nos 3,75 euros. A força da divisa norte-americana - com a perspetiva de taxas diretoras nos EUA elevadas por mais tempo - beneficia estas cotadas, uma vez que a maioria das vendas é feita em dólares.

A Ibersol avançou 1,62%, até aos 7.52 euros, um dia após a empresa ter anunciado um novo programa de recompra de ações.

A EDP Renováveis subiu 0,22%, para 13,76 euros, depois de o Goldman Sachs ter revisto em alta o preço-alvo para as suas ações, enquanto a Jerónimo Martins valorizou uns ligeiros 0,05%, até aos 19,62 euros.

Correção no BCP após máximo de oito anos leva Lisboa ao vermelho
17/07/2024 16:56

Horta Osório não excluiu oferta vinculativa pela Altice "se acionistas resolverem retomar" a venda
17/07/2024 16:42

Primeiro-ministro cancela viagem a Oxford por motivos de saúde
17/07/2024 16:37

IP vai candidatar-se em setembro a mais fundos europeus para alta velocidade
17/07/2024 16:17

Light & Flare: Dois universos unidos pela luz
17/07/2024 15:48

Produção de biometano pode crescer 178% até 2030 e poupar 1,4 mil milhões aos consumidores
17/07/2024 15:25

Xi pede ao Partido Comunista Chinês "fé inabalável" na sua estratégia económica
17/07/2024 15:04

Tripulantes admitem convocar greve na Easyjet
17/07/2024 14:43

PS avisa: "É praticamente impossível" aprovar OE 2025 sem cedências
17/07/2024 14:39

Grupo Pestana prepara novo investimento em Porto Covo
17/07/2024 13:03

Von der Leyen perde no Tribunal Geral da UE caso sobre transparência nos contratos Covid
17/07/2024 13:03

Angola "muito contente" com participação no BCP. Vender não é opção
17/07/2024 11:44

Alta velocidade Lisboa-Porto assegura fundos europeus
17/07/2024 11:35

Montenegro afasta para já fim da derrama estadual e espera que descida de IRC aumente a receita
17/07/2024 11:13

Eurostat confirma desacelaração da inflação na Zona Euro para 2,5%
17/07/2024 11:05

Portugal coloca mil milhões de euros em dívida de curto prazo. Cupão fica nos 3,552%
17/07/2024 10:41

"O primeiro-ministro não exige lealdade ao Parlamento, presta contas ao Parlamento", responde PS
17/07/2024 10:21

Governo aprova segunda PPP para a alta velocidade
17/07/2024 10:16

Sustentabilidade contribui para 12,7% do valor financeiro das marcas em Portugal
17/07/2024 09:55

Montenegro ao ataque: "Oposições têm dever de lealdade de nos deixarem governar"
17/07/2024 09:53

Ajuda

Pesquisa de títulos

Fale Connosco