ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Itália destaca "sucesso inegável" da cimeira do G7 com consensos entre participantes
15-06-2024 17:45

A primeira-ministra italiana disse neste sábado que a cimeira do G7 foi um "sucesso inegável", destacando o consenso entre os participantes em várias questões, como a guerra na Ucrânia e o conflito entre o Hamas e Israel em Gaza.

Giorgia Meloni deu como exemplo do sucesso da cimeira do G7, que Itália organizou entre quinta-feira e hoje em Puglia, a aprovação da "declaração final da reunião um dia antes do final", algo que "não acontece com muita frequência".

Entre os principais temas abordados pelas sete maiores economias mundiais está o plano para conceder à Ucrânia um empréstimo de 50 mil milhões de dólares (cerca de 46.000 mil milhões de euros) a pagar com juros a partir de ativos russos congelados no estrangeiro.

"Só com a paz é que estes ativos serão descongelados", disse Meloni, numa mensagem dirigida à Rússia.

Na conferência de imprensa final da cimeira do G7, a primeira-ministra italiana esclareceu que a União Europeia não vai participar, por enquanto, no empréstimo de 50 mil milhões de dólares, avançando que este crédito será concedido pelos Estados Unidos da América, pelo Canadá, pelo Reino Unido e, provavelmente, pelo Japão, "de uma forma compatível com os seus limites constitucionais".

"De momento, as nações europeias não estão envolvidas neste empréstimo, porque os ativos estão todos ligados à Europa, pelo que a Europa já está a contribuir, identificando um mecanismo de garantia", disse, acrescentando que ainda há "pormenores técnicos a resolver".

Sobre as relações com a China, a primeira-ministra italiana sublinhou que o G7 queria enviar a Pequim a mensagem de que o grupo "está aberto ao diálogo, mas as empresas devem poder competir em condições de igualdade, num mercado livre baseado em regras".

Na sexta-feira, os líderes do G7 prometeram apoiar a Ucrânia "durante o tempo que for necessário" na guerra contra a Rússia e reafirmaram os "esforços coletivos para desarmar e drenar o financiamento do complexo militar-industrial russo", segundo o projeto de declaração final consultado pela agência noticiosa AFP.

Giorgia Meloni abordou ainda um ponto de discórdia que foi a possível inclusão do direito ao aborto no texto final das conclusões da cimeira dos líderes do G7.

"A controvérsia" sobre a palavra aborto na declaração final do G7 foi "construída de uma forma totalmente artificial", disse.

A discussão, "de facto, não existiu na cimeira" ou nas conversações, afirmou a chefe de Governo italiana, que, em declarações ao jornal La Repubblica, afirmou compreender as razões pelas quais surgem controvérsias, mas sublinhou que, pela parte italiana, a questão "não representou um problema".´

A proposta de declaração final da cimeira do G7 em Itália, conhecida na sexta-feira, condena a violação dos direitos das mulheres e das pessoas LGBTQIA+ (sigla relativa a lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, queer, intersexuais, assexuais e outras orientações sexuais e identidades de género), mas a inclusão do direito ao aborto acabou em divergência.

Os primeiros rascunhos incluíam uma alusão explícita, que acabou deixada de lado, aparentemente devido às dúvidas do executivo de Meloni.

Meta pondera participação na EssilorLuxottica. Dona da Ray-Ban dispara mais de 7%
18-07-2024 14:47

Lagarde diz de cortar ou não juros em setembro "está em aberto" e "dependente de dados"
18-07-2024 14:22

Von der Leyen reeleita presidente da Comissão Europeia
18-07-2024 13:27

Sem surpresas em Frankfurt. BCE mantém juros inalterados, depois do corte em junho
18-07-2024 13:16

Autoestradas do Douro Litoral vendida à Igneo
18-07-2024 13:12

Empresas têm de gerir melhor os riscos ESG
18-07-2024 12:41

Para onde vão os preços das casas em Portugal?
18-07-2024 12:00

CTT lançam subscrição online de certificados de aforro
18-07-2024 11:29

JPMorgan mais pessimista que o mercado. Fed e BCE só devem cortar três vezes juros em 12 meses
18-07-2024 10:59

Produção na construção cai 2,4% na Zona Euro em maio
18-07-2024 10:51

Reino Unido é o primeiro país europeu a aprovar carne cultivada em laboratório
18-07-2024 10:47

Von der Leyen: Respeito pelo Estado de Direito continuará a nortear fundos europeus
18-07-2024 10:09

Arvad, o refúgio perfeito com experiências únicas de enoturismo
18-07-2024 09:57

Jerónimo Martins e a DHL expandem parceria de cacifos de encomendas na Polónia
18-07-2024 09:49

Von der Leyen promete não aceitar polarização e destruição da UE por extremistas
18-07-2024 09:10

Lisboa acorda em alta com BCP na proa
18-07-2024 08:22

Portugueses viajam mais, a entrevista ao CEO da Sumol Compal e as contas da bolsa
18-07-2024 07:30

United Airlines aumenta lucros em 23% para 1,32 mil milhões de dólares
17-07-2024 23:55

Joe Biden cancela discurso de campanha após testar positivo à Covid-19
17-07-2024 23:39

Pedro Nuno Santos "otimista para as negociações" do OE2025 mas sem medo de eleições
17-07-2024 22:48

Ajuda

Pesquisa de títulos

Fale Connosco