ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Socialistas europeus destacam "bom colega" , mas PPE lança dúvidas sobre futuro de Costa
17/06/2024 19:07

O destino europeu do ex-primeiro-ministro português António Costa permanece incerto no arranque da cimeira informal de líderes do Conselho Europeu da qual se espera, nesta segunda-feira, a possibilidade de um acordo final quanto à distribuição de cargos das principais instituições após as eleições europeias.

A escolha dos cargos de topo das instituições europeias poderá ficar decidida esta noite ou apenas na próxima semana, com os líderes europeus reunidos nesta segunda-feira num Conselho Europeu informal no qual são poucas, para já, as expressões definitivas de apoio aos nomes mais apontados até aqui: Ursula von de Leyen, numa recondução para segundo mandato à frente da Comissão Europeia; António Costa para a presidência do Conselho Europeu; Roberta Metsola para retomar a liderança do Parlamento Europeu; e Kaja Kallas, para a representação externa da UE.

A expectativa de um acordo "rápido" tem sido defendida por alguns líderes europeus, nas declarações ao longo do dia em Bruxelas – por exemplo, por Olaf Scholz, o chanceler alemão –, mas nem todos esperam a conclusão de um acordo durante esta noite. Irlanda e Eslováquia estão entre os países que atiram uma decisão final para a "cimeira oficial" de 26 e 27 de junho.

Entre o Partido Popular Europeu (PPE), houve pelo menos dois sinais de incerteza sobre se o nome de António Costa poderá avançar de imediato. Primeiro, da parte de Donald Tusk, o primeiro-ministro polaco, indicou a necessidade de alguma "clarificação pública" sobre as suspeitas que envolveram o ex-chefe de Governo português na Operação Influencer, de acordo com o Politico. Segundo a mesma publicação, também o ministro dos Negócios Estrangeiros italiano, Antonio Tajani, disse haver receios no PPE de que Costa não seja "firme o suficiente" na questão da Ucrânia.

Da mesma família política, o primeiro-ministro português, Luís Montenegro, voltou a garantir apoio à escolha de António Costa, minimizando as dúvidas que possam ser nesta altura levantadas. "É normal que durante estes dias haja sempre questões a serem suscitadas relativamente a todos os órgãos e a todos os potenciais candidatos", referiu, em declarações à entrada para o encontro informal de líderes, transmitidas pela RTP.

"A minha expectativa é que se a família socialista europeia escolher António Costa como candidato a ocupar um elevado cargo – no caso, o que se vai perspetivando e desenhando, poderá ser a presidência do Conselho Europeu – estou convencido que ela terá sucesso", afirmou. De resto, reiterou, o Governo "terá todo o empenho em poder sustentá-la, apoiá-la, e poder levá-la a bom porto".

Noutras famílias políticas distantes da de António Costa, parecem não subsistir dúvidas. O primeiro-ministro esloveno, do grupo dos liberais do Renovar Europa, afastou qualquer duvida sobre o processo judicial que envolve o ex-primeiro-ministro português e garantiu apoio pela "muita experiência, muita sabedoria" de Costa. "Tive as minhas clarificações da parte dele. Contudo, se Donald Tusk quiser ouvir mais, esta noite é a oportunidade ideal", afirmou na declarações aos jornalistas à entrada para a reunião.

Já a família do Partido Socialista Europeu (S&D) deverá indicar "conjuntamente" a escolha do nome que deseja ver na liderança do Conselho Europeu, segundo explicou a primeira-ministra dinamarquesa, Mette Frederiksen, antes apontada como possível escolha para o lugar. "O António é um bom colega para todos nós no Partido Socialista Europeu", avançou, esclarecendo ao mesmo tempo que não será escolha do S&D.

A dinamarquesa está entre os líderes que defendem que uma decisão seja tomada "o mais rapidamente possível".

Nem todos os líderes europeus pensam, porém, da mesma forma. O primeiro-ministro irlandês, Simon Harris, defendeu à entrada para o Conselho que "não haverá decisões esta noite".

Ponderando os nomes de Costa e de Kaja Kallas, o irlandês defendeu que são "ambos boas pessoas". Contudo, considerou importante que a reunião de segunda-feira sirva, primeiro, para fazer um balanço dos resultados das europeias e procurar um "pacote equilibrado" de representação dos Estados-membros nas novas lideranças.

Também o Presidente da Eslováquia, Peter Pellegrini, em substituição do primeiro-ministro do país, alvejado e em recuperação, disse esperar decisões apenas na próxima semana. "Provavelmente, se tudo correr bem, na cimeira oficial teremos um acordo".

O eslovaco pediu ainda cautela da escolha para o cargo de representação externa da UE no atual contexto geopolítico e de guerra. "Temos de ser muito cuidadosos quanto a quem representa a UE a nível internacional", defendeu.

Lagarde diz de cortar ou não juros em setembro "está em aberto" e "dependente de dados"
18/07/2024 14:22

Von der Leyen reeleita presidente da Comissão Europeia
18/07/2024 13:27

Sem surpresas em Frankfurt. BCE mantém juros inalterados, depois do corte em junho
18/07/2024 13:16

Autoestradas do Douro Litoral vendida à Igneo
18/07/2024 13:12

Empresas têm de gerir melhor os riscos ESG
18/07/2024 12:41

Para onde vão os preços das casas em Portugal?
18/07/2024 12:00

CTT lançam subscrição online de certificados de aforro
18/07/2024 11:29

JPMorgan mais pessimista que o mercado. Fed e BCE só devem cortar três vezes juros em 12 meses
18/07/2024 10:59

Produção na construção cai 2,4% na Zona Euro em maio
18/07/2024 10:51

Reino Unido é o primeiro país europeu a aprovar carne cultivada em laboratório
18/07/2024 10:47

Von der Leyen: Respeito pelo Estado de Direito continuará a nortear fundos europeus
18/07/2024 10:09

Arvad, o refúgio perfeito com experiências únicas de enoturismo
18/07/2024 09:57

Jerónimo Martins e a DHL expandem parceria de cacifos de encomendas na Polónia
18/07/2024 09:49

Von der Leyen promete não aceitar polarização e destruição da UE por extremistas
18/07/2024 09:10

Lisboa acorda em alta com BCP na proa
18/07/2024 08:22

Portugueses viajam mais, a entrevista ao CEO da Sumol Compal e as contas da bolsa
18/07/2024 07:30

United Airlines aumenta lucros em 23% para 1,32 mil milhões de dólares
17/07/2024 23:55

Joe Biden cancela discurso de campanha após testar positivo à Covid-19
17/07/2024 23:39

Pedro Nuno Santos "otimista para as negociações" do OE2025 mas sem medo de eleições
17/07/2024 22:48

Secretária das Pescas promete eólicas 'offshore' alinhadas com a pesca
17/07/2024 21:45

Ajuda

Pesquisa de títulos

Fale Connosco