ÚLTIMAS NO NEGÓCIOS.PT

Nasdaq e S&P 500 atingem novos máximos. Apple prossegue "rally"
17/06/2024 21:40

Wall Street fechou a primeira sessão da semana em alta, com o S&P 500 e o Nasdaq Composite a registarem máximos históricos e de fecho. As bolsas norte-americanas continuam a ser alimentadas pela euforia em torno das grandes tecnológicas e da inteligência artificial que têm compensado o clima de incerteza em relação a um alívio da política monetária da Reserva Federal (Fed) norte-americana.

O receio dos investidores também tem vindo a ser amenizado por uma série de dados económicos lançados na semana passada, que mostraram uma inflação a arrefecer mais do que o antecipado pelos analistas. Os "traders" esperam pelos dados das vendas a retalho de maio, que vão ser lançados na terça-feira, bem como uma série de outros indicadores revelados ainda esta semana, que esperam vir a diminuir as reservas dos membros da Fed em relação a começar a cortar nas taxas de juro. 

O Standard & Poor's 500, "benchmark" para a região, avançou 0,77% para 5.473,23 pontos, e o tecnológico Nasdaq Composite valorizou 0,95% para 17.857,02 pontos. Ambos os índices registaram máximos históricos durante a sessão (o S&P 500 nos 5.488,50 pontos, o Nasdaq nos 17.935,98 pontos) e de fecho.

Já o industrial Dow Jones também cresceu e fechou a sessão a subir 0,49% para 38.778,10 pontos.

As "megacaps" - empresas com  elevada capitalização bolsista - impulsionaram os principais índices de Wall Street e levaram o setor da tecnologia a valorizar 1,6%. A Microsoft somou 1,31%, a Meta  cresceu 0,49% e a Apple subiu quase 2% - depois de se ter juntado à euforia da inteligência artificial.

A empresa liderada por Tim Cook atingiu novos máximos históricos e fechou a sessão perto dos 3,33 biliões de dólares em capitalização de mercado, com cada ação a valer 216,67 dólares. Este é o valor mais elevado de qualquer empresa na história e consolida o avanço que a grande tecnológica registou nos últimos dias sobre a Microsoft e a Nvidia. Esta última acabou por fechar a sessão a recuar, embora tenha tocado num novo recorde durante a sessão - 133,73 dólares.

O otimismo continua a abundar em Wall Street e o Goldman Sachs reviu em alta a previsão de crescimento do S&P 500 até ao final do ano, de 5.200 para 5.600 pontos. Os investidores vão estar atentos a uma série de discursos de vários membros da Fed ao longo da semana, à procura de pistas sobre o futuro da política monetária. 

Correção no BCP após máximo de oito anos leva Lisboa ao vermelho
17/07/2024 16:56

Horta Osório não excluiu oferta vinculativa pela Altice "se acionistas resolverem retomar" a venda
17/07/2024 16:42

Primeiro-ministro cancela viagem a Oxford por motivos de saúde
17/07/2024 16:37

IP vai candidatar-se em setembro a mais fundos europeus para alta velocidade
17/07/2024 16:17

Light & Flare: Dois universos unidos pela luz
17/07/2024 15:48

Produção de biometano pode crescer 178% até 2030 e poupar 1,4 mil milhões aos consumidores
17/07/2024 15:25

Xi pede ao Partido Comunista Chinês "fé inabalável" na sua estratégia económica
17/07/2024 15:04

Tripulantes admitem convocar greve na Easyjet
17/07/2024 14:43

PS avisa: "É praticamente impossível" aprovar OE 2025 sem cedências
17/07/2024 14:39

Grupo Pestana prepara novo investimento em Porto Covo
17/07/2024 13:03

Von der Leyen perde no Tribunal Geral da UE caso sobre transparência nos contratos Covid
17/07/2024 13:03

Angola "muito contente" com participação no BCP. Vender não é opção
17/07/2024 11:44

Alta velocidade Lisboa-Porto assegura fundos europeus
17/07/2024 11:35

Montenegro afasta para já fim da derrama estadual e espera que descida de IRC aumente a receita
17/07/2024 11:13

Eurostat confirma desacelaração da inflação na Zona Euro para 2,5%
17/07/2024 11:05

Portugal coloca mil milhões de euros em dívida de curto prazo. Cupão fica nos 3,552%
17/07/2024 10:41

"O primeiro-ministro não exige lealdade ao Parlamento, presta contas ao Parlamento", responde PS
17/07/2024 10:21

Governo aprova segunda PPP para a alta velocidade
17/07/2024 10:16

Sustentabilidade contribui para 12,7% do valor financeiro das marcas em Portugal
17/07/2024 09:55

Montenegro ao ataque: "Oposições têm dever de lealdade de nos deixarem governar"
17/07/2024 09:53

Ajuda

Pesquisa de títulos

Fale Connosco