Este website utiliza cookies para ter uma melhor experiência de navegação e utilização.
Ao navegar está a consentir a utilização dos cookies associados ao site.

Fale Connosco

OPÇÕES

Uma opção é um contrato por via do qual o comprador paga um prémio (preço de mercado) para deter a opção de compra ou venda de um certo activo subjacente, numa certa data futura, por um determinado preço de exercício. O vendedor recebe um prémio (preço de mercado) ao vender a opção mas tem a obrigação de comprar ou vender um certo activo subjacente, caso a opção esteja In-The-Money (ITM) numa certa data futura, por um determinado preço de exercício. Os activos subjacentes podem ser da mais variada natureza, abrangendo, nomeadamente, acções, índices, taxas de juro, commodities e divisas.

Tipos de Opções

Long Call Option (opção de compra)

Oferece ao investidor o direito de comprar o activo subjacente e permite obter um lucro teoricamente ilimitado com a subida de valor do activo. O prejuízo máximo que o investidor poderá obter é equivalente ao valor investido.

Long Put Option (opção de venda)

Oferece ao investidor o direito de vender o activo subjacente e permite ganhar com a descida de valor do activo subjacente. O valor máximo que o investidor pode perder corresponde ao montante investido.

Short Call Option (venda de opção de compra)

Dá o direito ao investidor de receber de imediato o valor do prémio pela venda da opção de compra, contudo o investidor fica com a obrigação de vender o activo subjacente da opção ao preço de exercício/strike da opção, caso esta seja exercida pelo comprador da opção de compra. O valor máximo que o investidor poderá perder será a diferença entre o payout e o prémio recebido, na medida em que o investidor recebe o prémio, mas fica sujeito a ter de pagar o payout caso a opção seja exercida. Desta forma a perda poderá ser ilimitada, pois dependerá da subida do preço do subjacente da opção.

Short Put Option (venda de opção de venda)

Dá o direito ao investidor de receber de imediato o valor do prémio pela venda da opção de venda, contudo o investidor fica com a obrigação de comprar o activo subjacente da opção ao preço de exercício /strike da opção, caso esta seja exercida pelo comprador da opção de venda. O valor máximo que o investidor poderá perder será a diferença entre o payout e o prémio recebido, na medida em que o investidor recebe o prémio, mas fica sujeito a ter de pagar o payout caso a opção seja exercida. Desta forma a perda será limitada, e ocorrerá no caso do preço do subjacente da opção for igual a 0.


No período que decorre entre a data de admissão e a data de maturidade, as opções , se forem listadas, podem ser transaccionadas em bolsa (ou fora de bolsa para opções OTC) de forma semelhante à usada para transaccionar acções, proporcionando uma maior flexibilidade.

No caso de opções listadas em bolsa regulamentada, como exemplo a Chicago Board of Trade (CBOT), a cotação de uma opção é produzido pelos vários market makers. No caso das opções OTC, a cotação é produzida por um market maker, contra quem o investidor negoceia.

Produtos de Investimento de Retalho e de Produtos de Investimento com base em seguros (PRIIPs).

  • Produtor do PRIIP – Saxo Bank A/S

  • Comercializador do PRIIP – Banco de Investimento Global, S.A

  • Entidade responsável pela Publicidade - Banco de Investimento Global, S.A

  • Este produto não é simples e a sua compreensão poderá ser difícil.

  • Pode implicar a perda súbita da totalidade ou de mais do que o capital investido

O risco pode variar significativamente em caso de venda antecipada, podendo ser recebido um valor inferior.

Para mais informações sobre o Perfil de Risco e de Remuneração do PRIIP, consulte por favor Documento de Informação Fundamental (DIF), disponível em BiG.pt e nas páginas dos produtos da Entidade Emitente.

Pesquisa de títulos